• #

Notícias

20/05/2020 08:05

Grupo Tutorial 02 do Pet Saúde Interprofissionalidade da UEFS fala sobre Segurança do paciente

Para iniciar a divulgação dos ícones da humanidade que contribuíram para a segurança do paciente, o Grupo Tutorial 02 do Pet Saúde Interprofissionalidade da UEFS (coordenado pelos professores Bruno Rodrigues Alencar e Lydia de Brito Santos) escolheu a primeira homenageada: Florence Nightingale (1820-1910), a enfermeira inglesa, que no século XIX, revolucionou enfermagem e os cuidados aos pacientes.

Durante a Guerra da Crimeia e a convite do governo britânico, chefiou as primeiras enfermeiras em hospitais de campanha e, por meio da introdução de mudanças simples na higiene e alimentação dos soldados, provocou diminuição significativa no número de infeções e mortes.

Em suas obras, Florence afirma que a estrutura e a organização dos hospitais influenciam a saúde e recuperação do paciente. Ao analisar as condições dos soldados, demonstrou que os problemas de saneamento, a contaminação da água, superlotação dos espaços e ventilação incorreta eram responsáveis pelos maus resultados. Avança mais e alarga as recomendações de melhoria das condições sanitárias ao país em sua totalidade.

Florence Nightingale é a história de uma vida inteiramente dedicada ao amor pelos semelhantes. Não foi fácil, pelo fato de ser mulher e ter que enfrentar os preconceitos, a burocracia, a alta hierarquia militar, a hostilidade dos médicos e a falta de recursos a fim de mudar toda a estrutura do sistema hospitalar.

Apesar de demonstrar estatisticamente os dados que deram suporte às suas conclusões e ter conseguido algumas modificações nos hospitais ingleses, suas recomendações não foram bem acolhidas pela maioria da classe médica da época.

A generosidade e doçura de Florence com os pacientes e os seus cuidados ao percorrer as enfermarias dos batalhões e acampamentos durante a noite com uma lanterna na mão, visitando a todos e dirigindo-se a cada um, fizeram-na conhecida como “A dama da lâmpada”.

Para Florence Nightingale, considerada a fundadora da Enfermagem Moderna “a Enfermagem é uma arte; e para realizá-la como arte, requer uma devoção tão exclusiva, um preparo tão rigoroso quanto a obra de qualquer pintor ou escultor; pois o que é tratar da tela morta ou do frio mármore comparado ao tratar do corpo vivo, o templo do espírito de Deus? É uma das artes; poder-se-ia dizer, a mais bela das artes!”.

Referências:

1-Sousa, Paulo; Mendes, Walter (Org.) Segurança do paciente: conhecendo os riscos nas organizações de saúde. Rio de Janeiro, EaD/ENSP, 2014. 452 p.

2- Equipe Palavreiros da Hora. Disponível em: <https://palavrastodaspalavras.wordpress.com/2012/06/09/florence-nightingale-a-lampada-da-caridade-por-manoel-de-andrade-curitiba-pr/>. Acesso em: 10 maio 2020.

slid1


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.